Arquivo da categoria: Que nega é essa!

Que nega é essa?! SAIDAH NAIROBI

Padrão

Olá povo!!!

Nossa “que nega é essa do mês”, esbanja estilo, beleza e sensualidade. Você pode até não estar associando o nome a pessoa mas com certeza é provável que você a tenha visto em clipes do Usher, da Beyoncè e da Ciara. Estamos falando da líndissima SAIDAH NAIROBI (até o nome dela é incrível – se meu bebê fosse uma menina…) dançarina profissional e coreógrafa da requisitada da indústria musical.
Ela nasceu no Queens, bairro pobre em Nova York, mas cresceu em Atlanta onde praticou atletismo desde seus 8 anos, na adolescência começou a estudar em uma escola de artes (estudava canto, teatro e dança), e em 2005 uniu-se a um grupo de hip-hop. Em 2008 começou carreira profissional e nunca mais parou. Saiu em turnê com diversos artistas e em 2009 numa grandiosa turnê com Beyoncé, e depois com Usher. Ela já dançou com Rihanna, Ciara, Nicky Minaj, participou de números musicais em Grammys, BETs e MTVs.
Com um rosto lindo, cabelos curtos descoloridos e um corpo escultural, ela não passa desapercebida pelos clipes em que participa. Com jeito doce, tranquilo e simpático garantiu seu lugar no show bizz.

saidah-nairobi

images (1)

images (2)

headshot

saidahusher3

images

5 RAZÕES PARA AMAR SAIDAH

1- Independente: Saidah, não conhecia ninguém na indústria, fez testes e se firmou sem padrinhos.
2- Poderosa e Acessível: Linda, alta e poderosa, ela faz questão de transmitir conhecimento ministrando aulas workshops, etc…
3- Abusada: Ela tem personalidade o bastante para segurar com glamour o ousado look com cabelos crespos, curtos e descoloridos.
4- A diva brinca com a androginia, hora super sexy num salto alto enorme e outra hora com fortes e marcados movimentos de hip hop numa coreografia feita apenas com homens.
5- Rainha dos acessórios, Saidah ama brincosde argola enormes, decotes, chapéus, etc…

É muito diva ou não é???

Beijos pra vocês

Paula Lima arrasando com seu novo som!!!

Vídeo

03 473E163F4E8ADF4C7356BF7DFE8B81 a1hz5u313fxhpubvd1lczqepv A936CF6A864645C885DD7AAF0809747Ahttp://www.youtube.com/watch?v=3jwBvHBSXk0 Maravilhosos… Vamos aproveitar o feriado e o sabadão pra se jogar nesse novo som da Paula Lima, nossa maravilhosa “que nega é essa”! O que mais me impressiona em Paula Lima é a presença forte imposta pelos longos e armados cabelos crespos, maquiagem sempre forte e marcante, acessórios poderosos (braceletes, salto alto, etc) em contra partida seu jeito suave e delicado. E dá pra acreditar que a mulher tem mais de 40 anos!!! Muito sucesso pra Paula, sempre!!!

Que nega é essa! PAULA LIMA

Padrão

Olá povo!!!

Coisa linda… eu diria sem erro que é IMPOSSÍVEL ficar indiferente quando a nossa “Que nega é essa!” do mês entra em qualquer ambiente. Seja pelo cabelo (crespo, alto, divino), pela voz sexy ou pelo porte e beleza.

Ela é uma inspiração pelos looks na maioria das vezes composto de peças clássicas, onde o destaque fica por conta da maquiagem (sempre marcante), os cabelos e acessórios sempre com um toque afro ou colorido. Fora isso é uma DIVA com letras maiúsculas como poucas presentes na mídia atual. E olha que ela nem queria cantar, estudou direito (queria ser promotora), foi bancária, vendeu camiseta, etc… Mas nada adiantou! A música falou mais alto. Antes da carreira solo passou pelo Zomba, Funk como Le gusta (maravilhosos), fora a parceria com vários queridos: Seu Jorge, Max de Castro, Ed Motta, Thaíde e Dj Hum. E continua divando e nos encantando com sua voz e talento.

 

paula_lima (1) paula_lima paulalima paula-lima images images (1) A936CF6A864645C885DD7AAF0809747A

 

 

5 RAZÕES PARA AMAR PAULA LIMA

1- Sexy sem ser vulgar: A Paula AMA suas curvas e não tem medo de usá-las, abusa no decote, mostra as pernas, arrasa no saltão, tudo isso com postura de rainha, sensual, sedutora e soberana.

2- Preto, pretinho, preto novamente mas nada básico: Sim, nitidamente ela adora a cor e abusa na hora de montar os looks, para fugir das mesmices abusa nos acessórios, e no visual extravagante.

3- Ousadia sempre: Ela foi a primeira mulher brasileira a exibir DIVANDO grossos dreads na televisão, em shows e fotografias. Hoje em dia abusa do black sempre beeeemmm alto.

4- Maquiagem dramática sempre: Eu acredito que o estilo está MUUUUITO acima das tendências inclusive pro make, a Paula só comprova isso com seus olhos marcados e batons poderosos.

5- Auto-estima de rainha: Sem fugir da negritude, sem tentar entrar num manequim 38, sem alisar os cabelos, sem posar nua, Paula dá uma aula de feminilidade e de poder da mulher negra. Nem precisa falar pra gente entender que ela gosta do corpo, da cor e do porongondom que tem.

 

É muita beleza, meu povo!!!

Lição de casa: arme o cabelão, se joga no decote, baixe um playlist bem swingado da Paula, manda no celular e ande na rua, no carro, ande no mundo, rebolando na cara da sociedade.

Beijo pra todo mundo.

 

 

Deixa ela falar: Lupita fala sobre aceitação da beleza negra.

Padrão

Olá povo,

Quanta beleza e quanta verdade no discurso de Lupita N´yongo no ESSENCE Black Women in Hollywood, evento que reune várias personalidades negras presentes na mídia americana. Para ler e pensar, e dá pra assistir e sentir a emoção também: http://www.youtube.com/watch?v=ChpriB5ktGg

“Quero aproveitar esta oportunidade para falar sobre beleza, beleza negra, beleza escura. Eu recebi uma carta de uma menina e gostaria de compartilhar apenas uma pequena parte dela com vocês: “Querida Lupita,” ela diz: “Eu acho que você realmente tem sorte por ser tão negra e ainda assim tão bem sucedida em Hollywood, de repente. Eu estava prestes a comprar um creme da “Whitenicious” da Dencia (um creme que promete clarear a pele, até deixaria o link aqui, mas não vale a pena #peloamor) para clarear minha pele quando você apareceu no mapa e me salvou.”

Meu coração sangrou um pouco quando li essas palavras, eu nunca poderia ter imaginado que o meu primeiro trabalho, após a faculdade, seria tão poderoso e que me tornaria uma imagem de esperança, da mesma forma que as mulheres de “A Cor Púrpura” foram para mim.

Lembro-me de um tempo em que eu também me sentia feia. Eu ligava a TV e só enxergava pele pálida, fui provocada e insultada sobre o tom da minha pele, negra como a noite. E a minha única oração a Deus, o milagreiro, era que eu acordasse de pele mais clara. Na manhã seguinte, eu acordava tão animada em ver a minha nova pele que eu recusava a me olhar até que estivesse na frente de um espelho, porque eu queria ver o meu rosto claro primeiro. E todos os dias eu experimentava a mesma decepção de ser tão escura como eu era no dia anterior. Tentei negociar com Deus, eu lhe disse que iria parar de roubar doces à noite se ele me desse o que eu queria, eu obedeceria cada palavra da minha mãe – sentada bem ali – e nunca perderia o casaco da escola de novo, se ele só me deixasse um pouco mais clara. Mas eu acho que Deus ficou comovido com as minhas barganhas, porque Ele nunca escutou.

E quando eu era adolescente, meu auto-ódio cresceu, como acontece durante a adolescência. Minha mãe me lembrou muitas vezes que ela me achava bonita, mas ela é minha mãe, é claro que ela deveria me achar bonita. E então … Alek Wek, apareceu no mercado de moda internacional. Uma célebre modelo. Ela era negra como a noite, ela estava em todas as passarelas e em todas as revistas e todo mundo estava falando sobre como ela era bonita. Até Oprah a achava bonita e fez disso fato. Eu não podia acreditar que as pessoas estavam aceitando uma mulher que parecia muito comigo como uma mulher bonita. Minha pele sempre foi um obstáculo a ser superado e, de repente, Oprah estava me dizendo que não era. Foi confuso e eu queria rejeitar aquillo, porque eu tinha começado a apreciar a sedução da inadequação.

Mas a flor não poderia deixar de desabrochar dentro de mim, quando eu assistia Alek, via um reflexo de mim mesma que eu não podia negar. Agora eu tinha um degrau a cada passo meu, porque eu me sentia mais vista, mais apreciada pelos distantes guardiões da beleza. Em torno de mim a preferência pela minha pele prevaleceu, porém para os cortejadores com quem me importava, eu ainda era vista como feia. E a minha mãe novamente me dizia que você não pode comer beleza, porque ela não te alimenta, e estas palavras me atormentavam e incomodavam, eu realmente não entendia, até que finalmente me dei conta de que a beleza não era uma coisa que eu poderia adquirir ou consumir, era algo que eu tinha que ser.

E o que minha mãe quis dizer quando disse que você não pode comer beleza é que você não pode depender da sua aparência para se sustentar. O que é bonito é fundamentalmente a compaixão que você sente por si mesmo e por aqueles ao seu redor. Esse tipo de beleza inflama o coração e encanta a alma. Foi o que colocou Patsey em tantos problemas com seu mestre, mas também é o que tem mantido a sua história viva até hoje. Recordamos da beleza de seu espírito, mesmo depois que a beleza de seu corpo se foi.

E por isso espero que a minha presença em suas telas e revistas possa levá-la, jovem, em uma viagem semelhante. Que você sinta a validação de sua beleza externa, mas também chegue ao mais profundo objetivo que é ser bonita por dentro.

Não há tons para essa beleza.”

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

Que nega é essa! LUPITA NYONG´O

Padrão

POVOOOO LINDOOOO…

Hoje estréia uma nova categoria aqui no blog, na “Que nega é essa!” a cada mês uma preta diferente e maravilhosa receberá 2 posts dedicados a ela – seja sobre inspiração, estilo, make, etc…

Pra começar, ninguém menos que a preta mais falada do Red Carpet, a lindíssima Lupita Nyong´o. Ela é uma inspiração por vários motivos. Seu pai, professor queniano, lutava pela democracia no Quênia, mas precisou mudar-se para o México em busca de refúgio e segurança, e foi que há 30 anos Lupita nasceu (é pisciana como eu). Ainda criança, retornou ao país africano, onde permaneceu até a adolescência.  Mudou-se para os Estados Unidos onde estudou Cultura Africana e Cinema na Universidade de Hampshire, e hoje é mestra em atuação pela Universidade de Yale. “É engraçado, você busca estudar atuação pensando que vai aprender a ser outras pessoas, mas, na verdade, eu aprendi a ser eu mesma. Só através do auto-conhecimento você consegue se entregar às circunstâncias de outra pessoa.”

E como é importante para nós termos uma referência de mulher linda, fashion, negra (e bem negra – com aquele tom de pele incrível, ninguém pode chamá-la de morena para tentar “amenizar” sua negritude). Ela é apaixonante em beleza, estilo e talento (pode ser conferido no filme 12 anos de escravidão (if you dare)

Ainda não convencidos??? Bom, tenho mais 1 post e muitas publicações no facebook pra isso.

Arrasando no make

Arrasando no make

1922462_708648245822086_1798572704_n 14143875_ori desktop58-500x721 download globo-de-ouro-golden-globe-looks-vestidos-penteados-maquiagem-beleza-2014-Lupita-Nyong-o Lupita+Nyong+o+GQ+Men+Year+Party+Carpet+9T5f6xB87NXl Lupita+Nyong+o+Heels+Pumps+EO0LObibbrMl lupita1 Lupita-Nyong’o-Fox-Searchlight-TIFF-Party-in-Antonio-Berardi- Lupita_Nyong_sag lupita-nyongo-the-today-show rs_634x1024-131111100416-634.Lupita-Nyongo-12Yrs-jmd-11113_copy

 

5 RAZÕES PARA AMAR LUPITA NYONG´O

1- Dá logo o prêmio de Instagram mais legal pra ela: Siga que você saberá do que estou falando – além de fotos, vídeos e comentários divertidos, você pode acompanhar um delicioso “check list” cada vez que ela vai a um evento.

2- Cores Cores muitas cores: Diferente do que muitas vezes acontece com as negras, ela não se limita a palheta de cores “indicadas” para quem tem a pele nesse tom: amareli, azul, vermelho, branco, preto, rosa, florido, listrado, xadrez, ela já usou tudo. E tudo fica muito bem em contraste com seu tom de pele.

3- Todos amam Lupita: Muito se diz sobre sua simpatia e docilidade, tanto que vem conquistando cada vez mais fãs famosos dentre eles: Brad Pitt, Leonardo Di Caprio, James Franco, etc.

4- Rainha do make: Suas maquiagens estão sempre impecáveis, ela ousa nos tons e  realça sempre o que tem de mais lindo.

5- Orgulho: Lupita tem orgulho de seus traços, sua cor, seus cabelos. É negra e gosta disso.

Pra nos inspirar, né gente!!!

Beijos e até